Vida em casal x Vida de solteiro

vida-de-solteiro-versus-vida-de-casal

Quando não estamos em um relacionamento sério, facilmente escutamos pessoas aleatórias comentando “Quando vai arrumar um namorado?”. É fato. E é irritante quando se está solteiro e à procura de uma pessoa especial que possa lhe completar.
Mas, como tudo mais que se preze, existem os dois lados da moeda.

Ser solteiro (a) não é o fim do mundo. Não é doença, nem condição digna de pena. É uma opção, pura e simplesmente. Ou, então, o famoso “encalhamento” que, convenhamos, só acontece pois existe muita gente exigente que procura pela pessoa “perfeita”, muitas vezes sem se dar conta que a pessoa “perfeita” não existe.
Estar em um relacionamento, seja namoro ou casamento, tampouco é o fim do mundo. Há pessoas que encontram aqueles que lhe completam de alguma forma e são capazes de viverem plenamente felizes.

Tem gente que tem aversão à felicidade alheia, aversão a compromisso e vai logo enchendo a boca para dizer “Eu sou solteiro e com muito orgulho”. (Mal sabem eles o que estão perdendo..)

Vida de solteiro tem suas vantagens: poder fazer o que bem entender sem ter que dar satisfação, sentir-se “livre” e desimpedido, pronto para conhecer pessoas novas livre de qualquer julgamento. São argumentos válidos, se quiser minha opinião.
Vida de casal também tem suas vantagens: poder ter alguém ao seu lado para lhe compreender, para conversar, para amar, para experimentar coisas novas e experiências de vida únicas. Alguém que lhe acompanhe pelo simples prazer de estar ao seu lado.

Para qual caminho você seguir, sempre terá os dois lados da moeda. O bom e o ruim.
Outra vez, li em um blog um texto falando sobre a vida de solteiro. Era aquele típico cara que quer mostrar para o mundo que está feliz sozinho e que não precisa de mais ninguém para se sentir completo. Parabéns para ele. É difícil ver pessoas que se dão conta de que a felicidade é você mesmo quem faz, não depende de outras pessoas para acontecer. Admito, fiquei com aquela pulga atrás da orelha me dizendo que ele só estava tentando provar algo para alguém, ou para o mundo. Quem está realmente feliz com sua condição, seja solteiro ou “amarrado”, não tem necessidade de provar isto para ninguém não é mesmo? O que importa o que os outros pensam se você está se sentindo bem consigo mesmo? Sou eu que penso errado em defender isso?

Bom, seja lá como for, seja lá o tipo de pessoa que você for – o que gosta de estar em uma ótima companhia, ou o que prefere ficar sozinho – não se esqueça de que tudo isso depende única e exclusivamente de você. Não é certo colocar todo o peso da sua felicidade nas costas do outro. As pessoas são o que são e lhe oferecem aquilo que elas podem oferecer. Se você colocar muita expectativa em cima do outro, vai se decepcionar e o único culpado desta decepção é você mesmo.
Então pare de culpar os outros e vá procurar sua felicidade seja ela como for! 😉

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s